sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Viajando com a Pequena - Cap. 1

Bom, vi o post da Tatiana no Entre Fraldas e Livros e percebi que tinha esquecido de comentar aqui como foi a primeira viagem a um hotel da pequena Jade.
Aproveitei e dei uma olhadinha na enquete do blog Viaje na Viagem de Ricardo Freire (@riqfreire) e anotei algumas dicas para as próximas "expedições". rs

Decidimos viajar para o Aldeia das Águas por ser um hotel relativamente perto de casa (120 km de distância), além de ser feriado e meu aniversário!
Chegamos no hotel e havíamos sido bem claros quando a quarto no térreo (o hotel tem 3 andares mas não tem elevador!!), num canto sem barulho (tínhamos uma bebê de 8 meses!), com berço e com acesso fácil (minha coluna e carrinho de bebê...). Ok, me deram o quarto no térreo, mas tinha uma pequena escada entre o quarto e a recepção. Até tem acesso com rampinhas dando a volta no hotel, mas se chover, lascou-se!

Para nossa surpresa o hotel novíssimo não tem aqueles carrinhos pra carregar mala e tiveram que ser feitas umas 3 viagens pra trazer as malas do carro pro quarto. Fora que o dito berço não estava no quarto e nem aquele famoso kit de hotel (sabonetinho, shampoozinho e condicionadorzinho) não estavam disponíveis. Tivemos que solicitar à recepção. Percebi também que nosso quarto ficava DO LADO de uma mesa de sinuca e logo perguntei até que horas ela "funcionava" e fui informada que era até as 22:00.

Perguntei sobre serviço de quarto e ele inexiste! Segundo o funcionário, quando o hotel está cheio o restaurante vira buffet e se eu quisesse comer no quarto ou eu ia e fazia o prato e trazia (o que optei) ou um garçom montaria e traria. Fora que não tinha Coca-Cola no primeiro dia (desculpa, é meu vício! kkkk)...

Fomos dormir. Fazia um friozinho até gostoso. Mas Jade recusava-se a dormir. Seria o berço? O lugar estranho? Levamos ela pra cama. Mas não conseguimos dormir. A maldita mesa de sinuca estava em pleno vapor às 23:20! E tec-tec-tec pra cá e tec-tec-tec pra lá. PUTZ! Peguei o telefone e disque o número 9! E só dá ocupado! Liga pra cozinha e um cara diz que o recepcionista deveria estar com ele fora do gancho! Tive a brilhante ideia de ligar "por fora", discando o número do hotel e pra minha surpresa o carinha atendeu. Perguntei porque cargas d'água o 9 não estaria funcionando e ele se fez de besta e mandou ligar pra ver. E claro funcionou! O carinha deve achar que sou besta! Reclamei da mesa, ele disse que já tinha pedido para acabar, mas que EU TINHA QUE ESPERAR A PARTIDA ACABAR! Mas hein? Como assim? Mandei logo que não tinha pago a fortuna que paguei pra ficar escutando mesa de sinuca e que ele encerrasse aquela festa naquele exato momento ou eu tomaria providências! Logo, em um minuto o silêncio foi tomado!

Na manhã seguinte o tempo não melhorou e inclusive abriu uma garoinha. Fomos tomar café da manhã. Bonzinho. Só não gostei do fato de você andar pelo restaurante e o chinelo ficar grudando de tanta gordura, sujeira, sei lá!

O hotel estava cheio de crianças maiores de uns 5 anos, principalmente meninos, por causa da "clínica zico" da escolinha do Zico. Uma leve gritaria no corredor, mas que logo acabava porque eles ficavam direto nos campos de futebol ou com recreadores!

Resolvemos dar uma volta no parque das águas que tem lá para conhecer, já que o tempo não permitiria entrar com a Jade nas piscinas. Para nossa surpresa a piscina que tem toboáguas estava em reforma em pleno feriado! Fomos para o lado que tem a piscina de ondas e o maior toboágua vertical (Kilimanjaro com 49,9m de altura, e que inclusive está no Guinness Book) e para nossa nova surpresa ele só funciona se a piscina de ondas estiver desligada e vice-versa. Só pode ser mão-de-vaquice para economizar energia!. Então às 12:00 nem vimos nem uma nem outro funcionando...

Voltamos para o hotel e almoçamos. E de volta pro quarto, já que com o tempo ruim não há NADA pra fazer no hotel com um bebê. Não há área de recreação com cobertura. Inclusive tinha um carrapatinho no escorrega. No quarto nem TV dava pra ver, pois eles são providos de uma TV de LCD de 22" ou seria 17" que não dá pra ver nada! Um tédio!

A noite chegou e lá fomos nós pro jantar. O que me deu mais chateada é que era basicamente a mesma coisa do jantar anterior, só mudou o tipo de carne e do macarrão e da sopa! Parece até o bandeijão do meu trabalho!
Dormimos e graças a Deus sem a sinuca tec-tec-tec.

No outro dia (segunda), o tempo nada de melhorar. Jade já com a paciência esgotada. Tédio beirando o máximo, resolvemos partir depois do almoço.

Fui fazer o fechamento da conta e pra minha surpresa a recepcionista me disse que eu teria um crédito já que não usaria aquela diária. Que bom, pois pra mim era dinheiro perdido pois tinha comprado de pacote. Pedi então que se fizesse ou estorno no cartão ou um DOC pra minha conta. E ela disse que não. Que era uma carta com diária e argumentei que não pretendia voltar tão cedo (não disse os motivos todos de cima porque a recepção estava cheia e não queria fazer uma propaganda ruim). Ela bateu pé e disse que era treinada apesar de não parecer! e que era assim. Pedi pra falar com o gerente e ela disse que ele era um homem muito ocupado. Beleza, mas CHAMA O GERENTE! Ela "procurou" e não achou. Pedi que ligasse pra ele e falei com ele e o mesmo, educamente!, se protificou a ver com o financeiro para devolver o dinheiro sem problemas. faltei dar língua pra demente da recepcionista. Desliguei e falei isso pra guria. Ela mal acreditou, mas fechou a conta.
Viemos embora e pegamos um engarrafamento enorme na Dutra.
Pelo menos recebemos o estorno sem problemas.

Enfim, acredito que a experiência foi ruim pelo fato do tempo estar ruim e pela Jade ser pequena. Mas eles poderiam oferecer uma área de recreação para bebês (sei lá, piscina de bolas, gangorrinhas, etc). Percebi que as crianças se divertiram horrores com os recreadores, assim como seus pais que aproveitaram pra descansar. Quem sabe a gente não dê uma nova chance pra eles quando a pequena não estiver mais tão pequenina?

Um comentário:

  1. Oi, não lembro se já comentei aqui antes, mas já visitei seu blog algumas vezes. Não sou mãe, mas tenho 4 afilhadas lindas e por quem babo demais. Sobre o hotel, eu já fui a alguns com as meninas e realmente notei que os casais que levavam bebes não tem descanso e nem tanta distração para os pequenos. Antes de ir eu sempre busco por ter parquinhos e recreadores. Lembrando que já viajei com as duas mais velhas (na época ambas tinham 5 anos). Elas curtiram de montão e eu descansei um montão rs.
    Voces são do RJ, né? Se curte alguns esportes radicais, sugiro ir ao Hotel Fazenda Caledonia Inn, em Nova Friburgo quando a Jade tiver uns 4 anos. Tem outros hotéis melhores para bebes pequenos, mas não conheço.
    Bjs
    Dani e afilhadas (Júlia, Letícia, Laura e Helena)
    www.afilhadosamados.blogger.com.br

    ResponderExcluir