domingo, 6 de novembro de 2011

Nossa viagem para Natal - parte 2

Sobre os restaurantes de Natal

Como toda viagem que faço, gosto muito de conhecer os restaurantes locais e a comida da região. Menos aquelas muito exóticas, porque vai que passo mal... acaba com a viagem não é mesmo?
E Nordeste é cara de carne de sol, camarão, farofa d'água, não é mesmo?
Vou avaliar aqui os restaurantes que fomos, inclusive os do hotel que ficamos, para que vocês possam aproveitá-los (ou fugir) quando estiverem em Natal (RN). Alguns consegui conhecer fraldário, e alguma estrutura, outros nem tanto, porque Jade ficava impaciente e era comer e cair fora!
Faço estas avaliações sem ganhar nada de restaurante algum. Faço de coração para que vocês tenham alguma informação a respeito quando estiverem pela cidade.


1. Jangadeiros
Localização: Rua Francisco Gurgel, 33, Ponta Negra (Área de Lazer do Praia Mar Hotel)

Assim que chegamos de viagem, deixamos nossas malas no quarto e fomos almoçar no hotel mesmo, mais pelo desconhecimento da região, pela praticidade, preguiça... rs Sentamos lá e pedimos uma Picanha com feijão verde, paçoca e arroz. Demorou um pouco, mas logo chegou. O que era aquilo?! A carne parecia sola de sapato. Nunca vi picanha tão mal feita, coisa que até eu sei fazer. A "bicha" estava queimada, fina, e com gosto de peixe! Só comi porque estava com fome. Não recomendo mesmo! Não tem cadeirinha de bebe e a higiene das mesas não foi lá grandes coisas.
Nota? 2 pela fome e ela Coca-Cola gelada.

2. Aquarium
Localização: Rua Francisco Gurgel, 33, Ponta Negra (Área de Lazer do Praia Mar Hotel)

Mantendo o nível preguicinha do primeiro dia e não nos conformando com a experiência do almoço, resolvemos dar crédito para o outro restaurante do hotel, cujo serviço é buffet com "noites temáticas" e era dia de comida nordestina (preço? R$32,00 por pessoa com sobremesa). Pensei, é agora que vou comer uma carne seca daquelas, com queijinho coalho, hummmmmmmmmm
Outra decepção. A carne seca tinha cara (e gosto) de carne assada... Comida simples pelo preço cobrado. sobremesa razoável.
Até fomos outro dia, nem me lembro qual era o tema da vez, mas foi tão fraco quanto o dia anterior. Não voltamos mais. Só tem 3 cadeirinhas de bebê, que eram disputadas a tapas.
Nota? 5.

Localização: Av. Eng. Roberto Freire, 9034, Ponta Negra

http://mazzano.com.br
Desiludidos da vida com a comida do hotel, buscamos na recepção uma dica de restaurante gostoso, estavámos com vontade de pizza! E nos indicaram o Mazanno por ser perto.
Jade aprovando a pizza!
E que dica. Ainda mais que fomos na segunda, dia que eles fazem o Festival de Massas, por R$21,90 por pessoa, que inclui massas e pizzas! Neste dia só comemos as pizzas, no fogão a lenha, pensa numa delícia?! Pois é. Até a Jade comeu pizza. E quando a de chocolate chegou? Até a pequena comeu e se deliciou, coisa que nunca fez!!

Voltamos lá outros dias para almoçar e jantar, pois tem um playground espaçoso para crianças maiores (que a Jade não usou) e um fraldário muito bem montado. O espaço do restaurante é amplo e os garçons super educados e gentis. Super aprovado. O petit gateau é muito gostoso! O restaurante oferece uma comida muito boa, e o preço não é tão exorbitante. Digamos que você come bem por no máximo R$30,00 (com refrigerante, sobremesa e serviço).
Nota? 10.

4. Restaurante La Luna
Localização: Rua Francisco Gurgel, 9045, Ponta Negra (Restaurante da Pousada La Luna)

Fugindo do "delicioso" (por favor, leia a ironia!) almoço de nosso hotel, e tendo um restaurante de uma pousada em frente aberto ao público, resolvemos arriscar, afinal já eram quase 14:00h e estávamos azul de fome! O lugar é simples, e a comida caseira. Pedimos carne de sol. Tudo estava muito gostoso, o arroz, a salada, o feijão então?
Nota? 8.

Localização: Av. Eng. Roberto Freire, 3241, Ponta Negra  & Av. Sen. Dinarte Mariz, 229 (via costeira)

http://www.tripadvisor.com.br/
Muito bem recomendado por todos com quem conversei. Fomos na unidade da Roberto Freire. Lugar espaçoso e amplo. Trabalha com rodízio e a la carte. Fomos de rodízio, claro, ainda mais que fomos numa quinta e eu tinha desconto! rs A mesa com as comidas típicas era bem servida e limpa, muito gostosas. As carnes vinham a todo instante e eram todas saborosas, carne de sol muito boa. Comemos os doces da mesa e valeram cada caloria ingerida! Eu só senti falta de fio dental no banheiro!
O preço? Adulto R$ 31,90 e R$ 15,95 para crianças de 7 a 10 anos (promocional para mulheres de segunda a quinta - R$ 23,90)
Nota? 9,8 (pela falta de fio dental!! rs)

6. Sal e Brasa
Localização: Av. Eng. Roberto Freire, 1426, Capim Macio

Passamos por este restaurantes nas nossas idas e vindas e nos interessamos em ir conhecê-lo. Tem serviço de manobrista e tudo.
O serviço é somente rodízio, com a mesa de comidas típicas bem servida e limpa também. Tem até comida japonesa!
Os acompanhamentos mais tradicionais de churrasco, como arroz, farofa, vinagrete, são servidos em porções na mesa.
As carnes são saborosas e tem uma grande variedade, pra quem curte tem até faisão, cordeiro, etc. Foi onde encontrei carne de sol muito gostosa.
Até a Jade provou seu primeiro churrasco!!
A sobremesa era deliciosa, comemos torta de limão e torta alemã (que Jade prontamente robou m dos rolinhos de chocolate do enfeite para comer).
E daí que você olha aquilo tudo e se lembra que não viu o valor antes de entrar? Pensamos logo, ih, vai ser o valor do Porcão (RJ), que nada. É menos da metade do preço com o mesmo serviço (R$39,90, ou algo assim, não me recordo exatamente). Só não usamos o fraldário, então não sei se tem, como é, nem play... deixo pra você comentar quando voltar de lá. ;-)
Nota? 10.

Localização: Av. Eng. Roberto Freire, 2016, Ponta Negra & Natal Shopping (Express) & Rua Pedro Fonseca Filho, 8887, Ponta Negra & Midway Mall

http://www.camaroes.com.br/
Outro restaurante muito bem recomendado.
Primeiro fomos na unidade Eng. Roberto Freire. O lugar é muito bonito, mas achei meio apertado, com as mesas muito coladas, e sabe como é com criança querendo correr e andar, né? Chegamos assim que abriu e o restaurante logo lotou e tinha fila de espera na porta! Nos acomodamos e pedimos bolinho de bacalhau de entrada e questionei o garçom sobre 2 pratos e fizemos nosso pedido. Ok, papo vai e papo vem, notei que todos que chegaram depois já estavam comendo e nós não. Chamamos o garçom de novo, e ele não tinha registrado o pedido. Posso? Pedimos "Salmão ao Chefe" (salmão com camarão grelhados e acompanhamentos) e 15 min depois chegou outro prato... "Salmão a tropical" (salmão com molho de maracujá e acompanhamentos), enfim, como a Jade já estava ficando impaciente, aceitamos. Estava muito gostoso!! O Arroz desse prato vem com amêndoas e é maravilhoso!! O Petit Gateau foi divino! Até a Jade aprovou! Também acabou que não usamos nem o fraldário e não vi playground.
Nota Und. Roberto Freire? 9 (pelo atraso no prato principal).

Quando fomos no Natal Shopping procuramos a unidade Express de lá, a comida parecia apetitosa, o restaurante era a kilo, mas só aceitava dinheiro!! Por isso nem comemos...

No último dia demos uma volta no Midway e acabamos almoçando na unidade Camarões de lá. Restaurante amplo, sem play por ser dentro do shopping. Lugar aconchegante. Até aceitamos comer camarão (meu marido resolveu testar a alergia... rs), que estava muito gostoso, pedimos o "Camarão
Solidário" (parece que parte vai para alguma instituição). Experimentamos o Petit gateau daqui e também estava muito gostoso.
Nota? 10

Apesar de ser um restaurante "chique", o preço é bem atrativo. Um restaurante desse aqui no Rio, custaria no mínimo o dobro. Acho que gastamos algo em torno de R$30-40/pessoa (com sobremesa, bebida e serviço).



Sobre o hotel

O Praiamar Hotel & Convention fica na Rua Francisco Gurgel, 33 - Ponta Negra (Natal), num ponto muito procurado por turísticas que querem visitar Natal.
Possui 215 quartos, onde estes possuem, no mínimo, cofre (que não coube o nosso notebook de 15" wide),  cama confortável, banheiro, TV, telefone, secador de cabelo, ar condicionado, wi-fi, frigobar e telefone (que cobra R$0,45 para chamada de 0800!! o.O).

Fotos de Praiamar Natal Hotel & Convention, Natal
Fachada do hotel. Foto do tripadvisor.
Possui uma locadora em sua recepção (o tal "convênio" não tem preços tão atrativos assim), "business center" (3 pcs com acesso à internet), 2 hidromassagens e 1 piscina adulta no terraço, 1 piscina adulta no segundo andar, sauna, restaurante, room service, bar, estacionamento e wi-fi grátis.
No "Praiamar Espaço Beach" (área de lazer do hotel) tem 1 piscina adulta e outra de criança, um escorrega de plástico para as crianças, mini-shopping com lojas de artesanato, farmácia e relevação de fotos.


Sobre nossa estadia

Chegamos no início da tarde de um domingo depois de voar GOL e de "deliciar" (#not) com um sanduíche, varados de fome e loucos para checar a estrutura do hotel.

A recepção estava tranquila, mas um dos professores que havia chegado uns 10 minutos antes da gente e já havia feito check-in, voltou do quarto e pediu para mudar, pois o que ele estava tinha um cheiro de mofo muito ruim. Ok, foi atendido. Vendo essa situação, eu pedi para checar o quarto antes de nos alojar, e me deram um no primeiro andar (como havia solicitado na reserva) e outro no segundo. Ambos tinha cheiro de mofo... então ficamos com o do primeiro andar pela "praticidade", pois percebi que só tem 2 elevadores num hotel que possui quatro andares, várias salas de convenção, e com muitos quartos, ou seja, poderia ficar esperando longos minutos, com carrinho e malas para se locomover dentro dele.
No check-in lembrei, mais uma vez, do berço e que prorrogaríamos a estadia em mais um dia, por nossa conta.
Resolvemos almoçar na área de lazer de lá.

Fotos de Praiamar Natal Hotel & Convention, Natal
Espaço Praiamar Beach. Foto do Tripadvisor.
Demos uma volta na área de lazer: por ser num "morro" (numa duna na verdade) o sol acaba ali por volta das 16:00h, achei as piscinas pequenas para um hotel daquele tamanho e as demais mães que conversei durante a estadia me falaram que a de criança fica amarelinha ao final do dia... Poxa, poderiam trocar a água mais vezes né? Já que os pais não educaram as crianças a usarem o banheiro... Acabou que não usamos aquele espaço, pois quando fui usar o escorrega com a Jade por volta das 15h, o escorrega estava empoçado porque molharam a grama e o mesmo e não secaram. Fora que o espaço só abre às 08:30h! Esse horário para quem está com criança é péssimo, porque tem que aproveitar o sol até às 09 e depois das 15, ou seja, esqueça aquele espaço para tomar sol com bebê pequeno! Fora que este é o acesso do hotel à praia e ele também só funciona a partir das 08:30h. Inviável. E quando tentei usar, a porta (que funciona com o mesmo cartão que abre o quarto) não funcionou e tive que esperar alguém passar para eu conseguir entrar.

Quando à alimentação da Jade, eles se prontificaram em fazer a comidinha dela do jeito que eu quisesse e isso inclusive ganhou pontos comigo, mas que foram descontados quando solicitei a sopa às 12:00h de um dia de semana, e eram 12:40h e nada, ligamos para lá e eles falaram que não tinham feito porque tinham esquecido qual era o quarto, e que iam fazer naquele momento e precisariam de mais 40 minutos. Você já tentou acalmar uma criança com fome por 40 minutos?! Imagina 1:20h?!?!?!?!?! Tem cabimento? Comeu Nestlé daquele dia em diante (já estavamos no penúltimo dia). O Sr Amaral, com quem havíamos combinado tudo, foi sempre muito bem educado e pediu desculpas pelo ocorrido (que não ocorreu no expediente dele!).

Fotos de Praiamar Natal Hotel & Convention, Natal
O quarto. Foto do Tripadvisor.
O berço que solicitamos foi colocado no quarto somente depois de várias solicitações, isso porque eu havia pedido na reserva e ligado confirmando, mandado email e novamente pelo skype. E quando ele chegou, mandei que tirassem. Era daqueles chiqueirinhos, sabe? Com tela rasgada, o fundo balançava, e tinha "armengues" nas travas. Achamos super perigoso e prefimos dormir com ela na cama mesmo. Coisa que não faço nem em casa... Pelo menos valeu para curtir a filhota.

Fotos de Praiamar Natal Hotel & Convention, Natal
O terraço. Foto do tripadvisor.
Durante a semana que ficamos usamos mais as hidromassagens do terraço, pois a água era trocada logo pela manhã e pegávamos a água novinha. Fora que ela podia ficar de pé sozinha e se amarrava nessa liberdade. Só que eu pedia para desligar sempre as "bolhas" porque de uma delas fazia mais barulho que bolhas. rs Teve uma vez que a água estava imunda, mas pedi para eles trocarem a água e fui prontamente atendida. Ponto para eles. O ruim era o dito horário de funcionamento das piscinas, iniciando às 10:00h. Eu entrava às 08:00 pois não tinha o que fazer no hotel a não ser isso e é o horário da criança, né? Mas nunca falaram nada não. Outra coisa que não foram felizes foi com a construção do deck de madeira, os espaços eram muito grandes entre as madeiras e os brinquedos das crianças caíam ali. Mas o piscineiro prontamente entrava no deck e conseguia pegar. Mas era uma manobra desnecessária se o tivessem feito de outro material.

Da limpeza, conversamos direto com a camareira, Mônica, um doce de pessoa, e pedimos para ela limpar o quarto assim que chegasse (às 8), pois estaríamos na piscina e ela poderia limpar com calma, e depois a Jade tiraria as sonequinhas e seria complicado fazer limpeza nos outros horários. Segundo ela, quarto com crianças sempre têm roupas de cama e banho trocadas diariamente. Não tivemos problemas com nada, deixavamos tudo espalhado. Ponto para eles. O único senão era o cheiro de mofo que resolvemos com "bom ar" (daqueles sem cheiro), que até deixei para eles continuarem usando! rs

O wi-fi funcionava bem. Tinha alguns pontos cegos, que são resolvidos com reposicionamento e instalações de outros repetidores.

Sentimos falta de um parquinho para as crianças, no hotel, pois não tínhamos o que fazer no horário de sol forte. Uma pena...

Teve um episódio que me deixou super chateada com eles: estava dando banho na Jade e tomando banho ao mesmo tempo, e do nada cortaram a água fria, eu de condicionador na cabeça e a Jade idem. E veio aquele jato de água BEM quente. Tive que correr com a Jade pro colo para que ela não se queimasse e tomei aquele jato nas costas. Fechei a torneira e tive que terminar de dar banho e tomar banho com a água da banheira da Jade. Liguei para recepção e eles falaram que era manutenção. Ah, pelo amor né? Quando se faz manuntenção deve-se avisar quem vai ser atingido, é o mínimo! No final me ofereceram uma "pomada", mereço?!

Das conversas com outros hóspedes, muitos reclamaram do cheiro de mofo, de ter pouco elevador,... Um deles inclusive me disse que teve que entrar no hotel todo sujo de areia (eu também tive...), pois o chuveiro da área de lazer estava interditado para reforma e eles não disponibilizaram nem uma torneira com mangueira. Pior para eles mesmos, pois a bela recepção ficava imunda de areia dos hóspedes, sem necessidade.

Nos últimos 3 dias, alugamos um carro. Para não deixar o carro quente, coisa que odeio, ainda mais com cadeirinha de bebê no carro, pedimos para usar o estacionamento coberto deles. Eles têm 3 estacionamentos: na calçada (com umas 9 vagas), num terreno com chão de terra (murado e com portão) e no subsolo do hotel (com umas 6 vagas). Mas toda vez era um tormento. Explico: eles só têm um controle remoto e somente o mensageiro pode abrir a porta, ou seja, sempre ficavamos no mínimo 10 minutos esperando. Teve uma vez que quase larguei o carro em frente a porta da garagem. Não sei porque não o fiz! rs Até sugeri para eles de comprarem mais controles (que custam R$40!) e deixassem com aqueles hóspedes que se responsabilizazem por eles e eles seriam devolvidos ao final da estadia, sob pena de pagar uma multa caso não o fizessem, né?

O café da manhã sempre era ligeiramente tumultuado e era feito no restaurante Aquarium. Um monte de gente querendo comer ao mesmo tempo, poucas cadeirinhas de bebê, os senhores que limpavam as mesas ficavam perdidinhos com tanta gente! A tapioca era muito gostosa e generosa. Não tive reclamações do café, a não ser a lotação!

No último dia, a "surpresa" depois de me aborrecer com a locadora de carros (veja o post da semana que vem onde relato a novela): o nosso cartão estava cancelado, pois deveríamos ter saído naquele dia. Tive que ir na recepção, relembrar o que eu havia falado no check-in e nos inúmeros emails que mandei, que ficaríamos mais uma noite. Ok, resolvido, mas e a surpresa? 15h e não limparam o quarto! Aff. A camareira pediu desculpas, mas que ela tinha ordens para não limpar. Ela limpou rapidinho enquanto a gente dava papinha de fruta para Jade na recepção.

O check-out até que foi rápido, perguntei se não teria desconto depois de tanto problema com eles e eles dizeram que eu teria que conversar com o gerente. Retruquei que se ele já quisesse ter feito algo, já o teria feito, não é mesmo? Pagamos a conta e viemos embora!! Nada como nossa casinha, depois de uma longa semana, não é mesmo?!


Sobre o Aluguel de Carro

http://www.dirigindoseguro.com.br/
Sempre que viajo gosto de alugar carro para ter maior liberdade no meu itinerário, e poder ter mais segurança para a Jade, pois assim ela vai na cadeirinha de bebê que está acostumada. Não sou muito fã de andar de táxi, primeiro pela falta da cadeirinha, me sinto desconfortável com o fato de minha filhota estar solta dentro do carro, que pode dar uma freada de repente, e ela se machucar, ainda mais do jeito que esses taxistas dirigem. Fico sempre apavorada. E também uma certa percentagem de taxistas, adoram dar voltas com turistas para aproveitar-se um pouco mais, quem não já foi vítima disso?

No penúltimo dia resolvemos alugar o carro na Top 3 Rent a Car, uma vez que eles tem ponto de venda em frente ao hotel que ficamos, por "incentivar o comércio local" e pela praticidade, pois somente atravessaria a rua para assinar o contrato. O preço parecia atrativo, já que o aluguel de um carro completo saia por R$70/dia (com direção e ar). No entanto, é tanta taxa que é colocada (taxa de entrega no aeroporto (R$40), taxa de lavagem (R$30), taxa do seguro (R$10/dia) e cadeirinha (R$10), que no final das contas, ficou quase o mesmo preço de uma locadora grande... Mas já estava ali... confiamos.

http://tabelaaplicacaoxenon.blogspot.com/
Peguei um siena 1.0 na quinta, puxei para a frente do hotel. A cadeirinha é daquelas BEM antigas, que até aceitam somente cinto abdominal. Fora que estava cheia de pontos de mofo e aranhas na sabe... E usamos o carro apenas para ir jantar no Tábua de Carne. De lá abastecemos no posto da Petrobras que tem do lado deste restaurante, pois eles entregam o carro na reserva!

No dia seguinte, com a cadeirinha devidademente forrada com uma canga de praia, fomos a Fortaleza dos Reis Magos e ao Aquário. O carro parece desregulado, com mais de 85000 km rodados, mas como estava desacostumada com carro mil, deixei estar. A volta foi o ó. O carro não fazia mais de 20 km/h! E eu pisava e nada. Um horror. Ligamos para os três telefones que vem no contrato e somente no último conseguimos contato com o dono, que mandou que voltassemos para a locadora que o vendedor estaria nos aguardando. Chegando lá, ainda tive que ouvir que eu que tinha colocado gasolina adulterada e que ele não devolveria o dinheiro, e eu já tinha pago 3 diárias adiantadas. Foi um aborrecimento só, pois era hora do almoço e Jade estava com fome. Daí ele falou que ia levar no mecânico. Concordamos, mas desde que alguém fosse com ele, ou eu ou meu marido. A gente ainda acabou discutindo,  no fim fui eu, pois o contrato estava em meu nome...

Ele rodou e rodou com o carro, parecia que queria gastar todo combustível que eu coloquei para não ter que devolver! Fora que fazia 80km/h na segunda marcha. Imagina o quanto o carro não rateava?! depois de uma hora rodando com ele fazendo isso (se tiver multa será por conta dele!), chegamos num mecânico até que grande. Lá ele falou com os caras e fiquei acompanhando, pois fiquei com o pé atrás dele combinar qualquer coisa... O dono chegou e conversou com os caras também. E no final das contas, depois de 20 minutos de avaliação, o veridicto: a bobina tinha pifado e as velas estavam velhas demais. Ou seja, falta de manutenção descarada!

Briguei e falei que queria meu dinheiro de volta. O dono me levou até um banco para fazer o estorno de uma diária e meia e das taxas dos outros dias. E ele me levaria até o hotel. Pedi para me deixar na Localiza da Av. Eng. Freire porque eu realmente precisava de carro, não estsva alugando por diversão!

http://quatrorodas.abril.com.br/
Cheguei na Localiza e o atendimento foi outro. A empresa que trabalho tem convênio (sempre confira se sua empresa tem convênio, ou cartão de crédito ou fidelidade, ou conselho de classe) e o aluguel só saiu 10 reais mais caro por dia que na empresa anterior. Pegamos um Prisma 1.4 completo, com cadeirinha galzerano. É outra coisa, né? Depois não tive aborrecimentos. Fomos no Cajueiro, ver a praia de Pitanji (ou Pitangi?!), no Midway, e passeamos pela Via Costeira. Fora que ainda devolvi no aeroporto e me isentaram da taxa de devolução lá. Check-out perfeito e tranquilo, e a Jade ainda ganhou um kit de pintura que foi super útil durante o voo de volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário