domingo, 17 de junho de 2012

Nossa viagem à Disney - 25 de maio

Último dia em Orlando...

Aproveitamos para dormir o quanto o corpo pediu e até o horário do café da manhã nós perdemos rs. Tomamos café com o que tinha no quarto, demos o leite para a Jade, tomamos banho... A recepcionista ligou perguntando que horas iríamos sair e eu falei que tinha solicitado late check-out, ela falou que seria cobrado. Liguei para o Marcelo e ele falou que havia pedido para ficar até às 12:00 e eles deram gratuitamente.

Fui na recepção para conversar com ela e decidi pagar a meia diária para ficar até às 16:00h, afinal ou teríamos que ser "The Flash" para arrumar tudo e ficar vagando pela cidade, correndo o risco de sermos assaltadas e levarem nossas malas, ou poderíamos fazer as coisas com calma. Paguei na hora e voltei para o quarto para fechar as malas.

Aderindo ao muquirana "mode on" de um amigo de Facebook, enrolamos as nossas malas com filme de pvc de comida mesmo para protegê-las, coloquei lacre e cadeado TSA para poder checar de pronto se as malas haviam sido abertas, assim que as pegássemos na esteira. Liguei para o Pediatra da Jade aqui no Brasil (usando o chip que compramos logo no dia 12) e perguntei o que poderíamos dar à ela, para ela relaxar na viagem, pois a vinda tinha sido trágica, e como não tinha o tal dramin, ele receitou o antialérgico dela mesmo, mas que teríamos que dar 1h antes do voo.

Fomos comer no Olive Garden e o Marcelo me parou perguntando que horas iríamos sair do hotel e falei que sairíamos às 16, ele falou que estaria lá para sairmos juntos... Chegando no Olive Garden, eu achei que tivesse deixado os passaportes em cima da cama e tinha uns caras no hotel trocando as telas dos mosquiteiros de todas as janelas e fiquei apavorada! Pedi um Tour of Italy para comermos no quarto e fomos correndo para o hotel e só lá vi que os passaportes estavam escondidos dentro da mochila que estava conosco... Voltei no restaurante para pegar a comida e voltei para o hotel para comermos.

Jade comeu o arroz de microondas, o franguinho do nosso prato e o feijão. O que sobrou do feijão coloquei no potinho para ela jantar.

Fiquei com a Jade no quarto enquanto o Cleber foi colocar as malas no carro. E não é que couberam?! 2 malas grandes, 3 médias no porta-malas. Carrinho e uma mochila comigo na frente, 1 mochila e 1 mala de bordo com eles atrás.

16:20 saímos do hotel e o Marcelo e cia não apareceram... Fomos para o aeroporto pela via pedagiada, direto para o "Car Return" da Alamo no Terminal A do Orlando International Airport. Antes mesmo de sairmos do carro, um carregador de malas prontamente apareceu e combinamos que ele levaria nossas malas por 20 dólares. Fiz o check-out do carro e deixei descontar no Cartão de Crédito mesmo. Os pedágios viriam nele quando fossem descontados da Alamo.

O carregador foi super gentil e nos levou até o check-in da TAM, e olha, andamos muito para chegar lá, se não fosse ele iríamos ter nos enrolado com tantas malas. Ele perguntou a um funcionário da TAM se poderíamos ficar na fila preferencial e ele disse que sim. Iupiiii. Mas ao olhar na fila percebi que o pessoal já estava no aeroporto... Mas deixa para lá.

Na fila a Jade fez o favor de fazer um número dois daqueles e nem tinha como a gente sair da fila para troca-la... E nisso percebemos um burburinho no canto do guichê da TAM e só depois fui lá checar... era o Caixa da TAM vendendo as cadeiras da classe executiva... E perdi... cada uma custava US$450... Ok, não era para ter comprado mesmo! rs O check-in só abriu às 17:10h.

Fizemos nosso check-in, troquei a Jade e tentei fazê-la tomar 1 dos 3 sucos Ades que ainda tinha na mochila. Fiquei com medo dos caras da TSA mandarem jogar tudo fora para entrar no avião... ela não quis e acabei bebendo um e jogando o dela fora... Jogamos uma água fora e já na fila da TSA perguntei à oficial se deveria jogar a água dela fora, e ela disse que não, baby food não precisava jogar fora. Pois é, perdi 2 sucos a toa e rezamos para que eles não fizessem falta durante a viagem...

Pegamos o trenzinho para o terminal 60-99, pois o voo da TAM sairia no portão 82, e fomos jantar no Outback de lá. Não gostei. O menu é bastante reduzido e nem macarrão ou porção de arroz individual tinha para criança... tivemos que nos virar mesmo com a Jade. Pedi um macarrão e catei alguns sem molho para ela, dei o feijão e o pão que nos serviram, fora que achei o serviço demorado, se você estiver atrasado para o voo, esqueça!

Fomos numa lojinha comprei lenço umedecido pois eu tinha guardado todos na mala e o da mochila já estava acabando. Ficamos sentados perto do portão até a hora de nosso embarque. Quando deu a hora, demos o remedinho para a Jade e o mamá que ela pediu. Encapei o carrinho com a capa que compramos na Babies R Us.

Chamaram quem estava com criança pequena para embarcar e levantamos voo pontualmente, afinal estávamos em aeroporto de primeiro mundo ne?! E neste avião os braços levantavam completamente e a tela era nítida!! O jantar foi servido e trouxeram o jantar dela. Mas ela não comeu por já ter jantado, apenas beliscou o pão e mamou novamente. Também não vi grandes diferenças do jantar de adulto para o de criança não... Conseguimos fazê-la dormir e também tentamos dormir um pouco... Mas confesso que assisti dois filmes... Juntos por Acaso e Como Agarrar Meu Ex-Namorado.


O que  aprendemos: não precisa jogar água fora antes de entrar na área segura dos aeroportos, desde que seja baby food; embalar o carrinho com a sacola de viagem o protegeu de arranhões e sujeira; Outback do MCO não é tão bom quanto os de fora de lá; contratar sempre o carregador de mala, porque é muito chão até o check-in da TAM, que só abre 4h antes do voo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário