terça-feira, 18 de junho de 2013

O que me impressiona ultimamente

O que impressiona no quesito parto nas brasileiras é o quanto estamos cegas para nosso sistema, e não nos damos conta disso. Eu também era assim, e agora estou conseguindo enxergar um pouco a realidade, principalmente quando se participa de grupos de gestantes que também querem o melhor para si e seu bebê e não apenas confiar seu corpo a outra pessoa, afinal ele estudou anos para isso e deve saber o que faz.

O que impressiona mais ainda é ver o número de estrangeiras que procuram o grupo. Elas não acreditam que o Brasil está do jeito que está, pois em seus países de origem cesarea é só em caso de emergência, quando realmente não há mais o que fazer. E muitas delas aqui preferem ir parir no SUS a se deitar numa maca de um obstetra cesarista vestido de "eu faço normal sim, desde que...". Uma delas que acompanhei o final da gestação e o nascimento da linda bebê, é Alemã (o esposo também) e mesmo com plano de saúde, ao perceberem que iriam para faca incondicionalmente, optaram a ir para a Maternidade Maria Amélia Buarque de Holanda no Centro do Rio, pois lá é um dos poucos lugares aqui no Rio onde é possível parir sem intervenções desnecessários pelo SUS. E porque as mulheres não se utilizam de um hospital assim?! Porque tem o preconceito, é do SUS não presta. Sim, concordo que nosso sistema público está caótico, mas aquilo que funciona tem que ser prestigiado.

Daí você vê a realidade das brasileiras que estão lá fora. A gente aqui doida para parir lá fora, e elas doidas para voltar pro Brasil para fazer a cesarea salvadora teoricamente indolor. Ok, parto nos EUA, pelo que a gente vê no "Um bebe por minuto" da Discovery Home & Health é tenebroso, cheio de intervenções e etc. Chega a ser assustador. Mas já procuraram saber de outros países? Dá uma olhadela em Parto pelo Mundo, um documentário de 5 episódiosque foi recentemente exibido pelo GNT.

Progesterona que tanto nos receitam no início da gestação (também cai nessa...) não segura bebê. Se você tiver que abortar, isso vai acontecer. Comigo foi assim e progesterona nenhuma segurou, e sempre será assim. A natureza sabe o que faz... Mecônio preocupa? Sim, claro. Mas a ausculta fetal está boa? Dentro e fora das contrações? Tem uma puta equipe do seu lado? Por que temer? Se tiver algo ruim, sim, eles vão intervir, confia. Tomar analgesia ajuda? claro que sim, mas tem seus contras, você sabia? Ela te relaxa, mas relaxa o bebê também e as contrações uterinas... Assim pode ser que você venha a sofrer outras intervenções como a ocitocina para voltar com o ritmo, fórceps... Lembrando que ocitocina sintética pode causar sofrimento fetal, já que o ritmo das contrações são bem diferentes da ocitocina que você produz...

Ouvi caso de uma mãe que morava na Suiça, um dos melhores lugares para parir, e como ela queria a cesarea ela ia para França ou sei lá qual outro país, fazer as consultas e agendou a cesarea lá. A gente aqui fica sem entender. 

Mulher, teu corpo funciona. Bebê nasce, é só esperar o momento. Tenha uma equipe que você realmente confia e que não vai te enganar e agendar uma cesarea de emergência para dali a três dias, que raio de emergência é essa?! Opte pelo melhor para você e seu filho. Espere ao menos ele te avisar que quer nascer, em trabalho de parto ativo e não apenas nas contrações de treinamento. =)

Um comentário:

  1. amiga aos poucos vc ta me ajudando a enxergar isso também, é verdade que ainda tenho muito que aprender, lutar, ler e praticar pra chegar ao meu sonhando parto, e aqui pata mim vai sera muito mais difícil pois estou quase sozinha Nessa jornada mas viu tentando... sabias Palavras beijos

    Ah e eu qUEro sim participar do grupo que tu falou lá no cmt do blog tenho muito que aprender ainda!

    ResponderExcluir